Qual o melhor whey protein? Testes revelam suplementos adulterados

Para determinar o melhor whey protein segundo análises laboratoriais, a Labdoor realizou mais de 1095 testes analíticos em 73 marcas do suplemento. Mas o que chocou os cientistas foi a quantidade de suplementos adulterados revelados pelos testes.

Saber qual o melhor whey protein para comprar é uma pergunta recorrente nos consultórios de nutricionistas. Geórgia Bachi, nutricionista e autora do livro “Dieta com Whey Protein”, comenta que “um dos maiores medos dos pacientes em relação ao suplemento é a possibilidade deles estarem adulterados“.

Existem no mercado diversos tipos de whey protein usados por atletas, frequentadores de academia e pessoas que simplesmente querem ter uma vida mais saudável, mas essa diversidade de opções pode acabar dificultando a escolha dos consumidores pelos melhores wheys.

Vários desses suplementos são frequentemente adulterados, não apresentando as informações contidas em seus rótulos”, explica Neil Thanedar, CEO da Labdoor. “Nosso método de trabalho busca contribuir para o bem estar e melhor desempenho dos consumidores de suplementos, esclarecendo de maneira transparente e imparcial a respeito dos produtos que adquirem”.

Visando ajudar os consumidores a escolher o melhor whey protein, a Labdoor atua com o compromisso de oferecer resultados precisos a respeito do que realmente está dentro dos suplementos alimentares.

Como a Labdoor analisa os suplementos

análise dos melhores wheys protein

A análise é feita na matriz americana da Labdoor, que fica localizada em São Francisco, CA. Os resultados dos testes laboratoriais são usados para comparação com as informações nutricionais descritas nos rótulos dos produtos.

Os produtos escolhidos para análise são selecionados com base nos suplementos mais vendidos nas principais lojas e sites”, disse Thanedar. “Os suplementos são comprados anonimamente e nenhuma amostra ofertada por fabricantes é aceita”.

Em seguida à compra dos suplementos pela Labdoor, é feita a rotulagem e fotografia dos produtos antes da realização dos testes, que são feitos em laboratórios de química analítica registrados pela FDA (que corresponde à ANVISA no Brasil).

Após a verificação do rótulo nutricional, é realizada uma análise química detalhada, envolvendo teste de nutracêuticos e ingrediente ativo, além de teste de materiais pesados e minerais, análise de solventes químicos, colesterol e ácido graxo. Posteriormente, os dados obtidos são apresentados em gráficos, indicando os ingredientes que compõem os produtos.

Com base nos resultados, é elaborado um relatório informando a precisão do rótulo, pureza do produto, valor nutricional, segurança dos ingredientes e a eficácia produzida”, informou Thanedar.

Qual o melhor whey protein?

quais os melhores wheys

Após os testes realizados pela Labdoor para avaliar a qualidade de mais de 70 das marcas de whey protein mais vendidas nos EUA, Thenader diesse:

Nossa grande surpresa foi a descoberta de quantidades em excesso de aminoácidos livres em mais de 52% dos produtos testados, sendo histidina, glutamina, alanina, cisteína e taurina os de maior concentração encontrados” .

Conforme a nutricionista Geórgia Bachi, “aminoácidos são como blocos que formam a proteína, sendo alguns deles encontrados naturalmente no soro do leite. Porém, adicionar aminoácidos livres ao whey protein consiste na prática conhecida por Amino Spiking”. Esse termo constitui em uma prática industrial normalmente usada para mascarar uma proteína de qualidade inferior ou para baratear o produto final.

Encontramos também excesso de sódio nos wheys analisados, além de adoçantes artificiais controversos (como aspartame e acessulfame de potássio) na maioria das amostras de Whey Protein”, afirmou Thanedar.

Considerando as informações obtidas através dos resultados laboratoriais, são elaborados algoritmos que traduzem estas informações em um ranking para determinar os melhores wheys.

A classificação dos suplementos testados é realizada levando-se em conta os resultados dos testes em relação à qualidade e pureza dos produtos, que recebem notas variando de A até F”, completou Thanedar. “Assim, os consumidores podem escolher qual o melhor whey protein para se comprar, de acordo com seus critérios”.

Por enquanto, a Labdoor ainda não atua realizando testes em suplementos no Brasil. A lista com os suplementos testados nos EUA pode ser conferida no link https://labdoor.com/rankings/protein.

Quer receber no seu e-mail informações a respeito de testes de suplementos? Então cadastre seu e-mail em nossa newsletter gratuitamente!

Time formado por redatores com pós graduação e/ou doutorado nas áreas de saúde, dieta, suplementação e/ou treino, além de convidados especialistas em suas áreas.

Qual o melhor whey protein? Testes revelam suplementos adulterados

Para determinar o melhor whey protein segundo análises laboratoriais, a Labdoor realizou mais de 1095 testes analíticos em 73 marcas do suplemento. Mas o que chocou os cientistas foi a quantidade de suplementos adulterados revelados pelos testes.

Saber qual o melhor whey protein para comprar é uma pergunta recorrente nos consultórios de nutricionistas. Geórgia Bachi, nutricionista e autora do livro “Dieta com Whey Protein”, comenta que “um dos maiores medos dos pacientes em relação ao suplemento é a possibilidade deles estarem adulterados“.

Existem no mercado diversos tipos de whey protein usados por atletas, frequentadores de academia e pessoas que simplesmente querem ter uma vida mais saudável, mas essa diversidade de opções pode acabar dificultando a escolha dos consumidores pelos melhores wheys.

Vários desses suplementos são frequentemente adulterados, não apresentando as informações contidas em seus rótulos”, explica Neil Thanedar, CEO da Labdoor. “Nosso método de trabalho busca contribuir para o bem estar e melhor desempenho dos consumidores de suplementos, esclarecendo de maneira transparente e imparcial a respeito dos produtos que adquirem”.

Visando ajudar os consumidores a escolher o melhor whey protein, a Labdoor atua com o compromisso de oferecer resultados precisos a respeito do que realmente está dentro dos suplementos alimentares.

Como a Labdoor analisa os suplementos

análise dos melhores wheys protein

A análise é feita na matriz americana da Labdoor, que fica localizada em São Francisco, CA. Os resultados dos testes laboratoriais são usados para comparação com as informações nutricionais descritas nos rótulos dos produtos.

Os produtos escolhidos para análise são selecionados com base nos suplementos mais vendidos nas principais lojas e sites”, disse Thanedar. “Os suplementos são comprados anonimamente e nenhuma amostra ofertada por fabricantes é aceita”.

Em seguida à compra dos suplementos pela Labdoor, é feita a rotulagem e fotografia dos produtos antes da realização dos testes, que são feitos em laboratórios de química analítica registrados pela FDA (que corresponde à ANVISA no Brasil).

Após a verificação do rótulo nutricional, é realizada uma análise química detalhada, envolvendo teste de nutracêuticos e ingrediente ativo, além de teste de materiais pesados e minerais, análise de solventes químicos, colesterol e ácido graxo. Posteriormente, os dados obtidos são apresentados em gráficos, indicando os ingredientes que compõem os produtos.

Com base nos resultados, é elaborado um relatório informando a precisão do rótulo, pureza do produto, valor nutricional, segurança dos ingredientes e a eficácia produzida”, informou Thanedar.

Qual o melhor whey protein?

quais os melhores wheys

Após os testes realizados pela Labdoor para avaliar a qualidade de mais de 70 das marcas de whey protein mais vendidas nos EUA, Thenader diesse:

Nossa grande surpresa foi a descoberta de quantidades em excesso de aminoácidos livres em mais de 52% dos produtos testados, sendo histidina, glutamina, alanina, cisteína e taurina os de maior concentração encontrados” .

Conforme a nutricionista Geórgia Bachi, “aminoácidos são como blocos que formam a proteína, sendo alguns deles encontrados naturalmente no soro do leite. Porém, adicionar aminoácidos livres ao whey protein consiste na prática conhecida por Amino Spiking”. Esse termo constitui em uma prática industrial normalmente usada para mascarar uma proteína de qualidade inferior ou para baratear o produto final.

Encontramos também excesso de sódio nos wheys analisados, além de adoçantes artificiais controversos (como aspartame e acessulfame de potássio) na maioria das amostras de Whey Protein”, afirmou Thanedar.

Considerando as informações obtidas através dos resultados laboratoriais, são elaborados algoritmos que traduzem estas informações em um ranking para determinar os melhores wheys.

A classificação dos suplementos testados é realizada levando-se em conta os resultados dos testes em relação à qualidade e pureza dos produtos, que recebem notas variando de A até F”, completou Thanedar. “Assim, os consumidores podem escolher qual o melhor whey protein para se comprar, de acordo com seus critérios”.

Por enquanto, a Labdoor ainda não atua realizando testes em suplementos no Brasil. A lista com os suplementos testados nos EUA pode ser conferida no link https://labdoor.com/rankings/protein.

Quer receber no seu e-mail informações a respeito de testes de suplementos? Então cadastre seu e-mail em nossa newsletter gratuitamente!

Assine a Revista Labdoor

Scroll to top