Quantas calorias um treino funcional emagrece?

Emagrecer é uma meta importantíssima na atualidade. Nesse artigo você terá uma ideia do quanto o treino funcional emagrece, fazendo você perder calorias de modo prazeroso e dinâmico, além de aumentar sua energia, disposição e resistência física para o dia a dia.

Com número de adeptos cada vez maior, o treinamento funcional é uma prática de exercício que se tornou uma alternativa para quem quer perder peso de forma rápida e eficaz.

O que é e qual a finalidade do treino funcional?

O treino funcional é uma das alternativas de treinamento mais divulgada e praticada atualmente no Brasil e no mundo.

Segundo um estudo publicado pela Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano, um treinamento é considerado funcional quando envolve exercícios selecionados, tendo como ponto principal a sua funcionalidade.

Para maiores detalhes sobre o conceito, temos um artigo completo sobre o que é treinamento funcional.

Diversas revisões literárias apontam que, além de o treinamento funcional emagrecer, tem como finalidade desenvolver integralmente as capacidades biomotoras, aprimorando a capacidade funcional para a realização das funções cotidianas e esportivas com eficiência e independência, levando em consideração as características de cada indivíduo.

Principais benefícios do treino funcional

A prática do treinamento funcional emagrece e proporciona benefícios substanciais, tais como:

  • Melhora do rendimento físico
  • Aumento da disposição para realização das atividades do dia a dia
  • Queima de calorias e ganho de resistência

Outro ponto interessante é que ele não possui os movimentos mecânicos e eixos definidos ou isolados, como acontece na musculação. Por isso, o treino funcional emagrece e é uma ótima alternativa para você que está cansado dos exercícios tradicionais da academia.

Quanto o treino funcional emagrece?

O gasto calórico de cada indivíduo pode variar de acordo com sua idade, sexo, massa muscular, altura, fatores genéticos e até o meio ambiente que o envolve.

O cálculo do gasto calórico diário é composto por 3 fatores: Taxa Metabólica de Repouso, Efeitos Térmicos de Alimentação e Efeito Térmico da Atividade Física.

A Taxa de Metabolismo Basal é responsável pela maior parte do gasto energético diário. Entretanto, ela diminui com a idade devido a fatores como: a quantidade diminuída de massa magra e o aumento da massa gorda, conteúdos alterados de fluidos corporais, alterações na temperatura corporal, alterações do humor e estresse, alterações hormonais, área corporal, inatividade física, genética individual e envelhecimento.

VEJA TAMBÉMComo se desestressar: 18 dicas para uma vida mais saudável

É preciso 7.700 Kcal para queimar 1 kg de gordura. Aumentando o gasto total diário, o exercício pode levar a um balanço calórico negativo.

O treino funcional é dividido em dois níveis de treinos. Os treinos contínuos de baixa intensidade em indivíduos saudáveis têm como objetivo desenvolver a força e induzir a hipertrofia muscular . O aumento da massa corporal magra pode causar o aumento do gasto energético basal e favorecer a perda da gordura corporal bem como a queima de calorias.

Durante uma hora de treino funcional de alta intensidade o indivíduo saudável pode ter o gasto médio de 800 calorias. Após a realização dos treinos de alta intensidade, o seu metabolismo seguirá acelerado durante todo o dia, auxiliando a obtenção de uma taxa ainda maior de perda de calorias, pois o treino intenso otimiza o uso de gordura como fonte de energia. É um modo inteligente de preservar a proteína dos músculos e o carboidrato estocado. Ou seja, o treino funcional emagrece mais quando executado envolvendo exercícios de alta intensidade.

O treino funcional envolve vários exercícios. Segue descrito na tabela abaixo o gasto de calorias de alguns deles em relação aos indivíduos com peso corporal diferente.

Gasto calórico da atividade física em Kcal por hora de uma pessoa (45, 68 e 90 kg):

Atividade 45 kg 68 kg 90 kg
Pedalar 10 km/h 160 240 312
Caminhar 3,2 km/h 160 240 312
Trotar 11 km/h 610 920 1.230
Correr 16 km/h 850 1.280 1.660

Qual a frequência ideal do treinamento funcional?

A aula geralmente tem duração de até uma hora, e para melhores resultados deve ser realizada de 2 a 3 vezes por semana.

Qualquer pessoa, independentemente da idade ou da condição física, pode fazer, desde que seja respeitada a individualidade biológica e o nível de condicionamento físico de cada um. Além disso, as aulas devem ser aplicadas e acompanhadas por um profissional especializado.

Se quiser saber mais sobre treinamento funcional, emagrecimento ou ganho de massa magra, inscreva-se na nossa newsletter. É grátis!

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

THOMPSON, W. R. Worldwide survey of fitness trends for 2015. ACSM’s Health and Fitness Journal. 2014:18(6): 8-17.

PEREIRA, P.C. et al. Efeitos do treinamento funcional com cargas sobre a composição corporal: Um estudo experimental em mulheres fisicamente inativas. Motricidade, v. 8, n. 1, p. 42-52, 2012.

GRIGOLETTO, M. D. S. et al. Treinamento funcional: funcional para quê e para quem? Rev. Bras Cineantropom Desempenho Hum 2014, 16(6):714-719.

TEIXEIRA, C. V. L. S, EVANGELISTA, A. L. Treinamento funcional e core training: definição de conceitos com base em revisão de literatura. Lecturas Educacion Fisica y Deportes. 2014; 18:1, 2014.

PEREIRA, C. A. Treinamento de força funcional: desafiando o controle postural. Jundiaí (SP): Fontoura; 2009.

TEIXEIRA, C.V. L. S; EVANGELISTA, A. L; PEREIRA, C. A; GRIGOLETTO, M. E. da S. Short roundtable RBCM: treinamento funcional. R. bras. Ci. e Mov 2016;24(1): 200-206.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA DO EXERCICIO E DO ESPORTE. Treino funcional de 5 minutos que queima calorias por 48 horas. Disponível em: http://medicinadoesporte.org.br/treino-funcional-de-5-minutos-que-queima-calorias-por-48-h/. Acesso em: 20 de janeiro de 2017.

CIOLAC, E. G, GUIMARAES, G.V. Exercício físico e síndrome metabólica. Revista Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte. Vol. 10, Nº 4 – Jul/Ago, 2004.

CRISP, A H; VERLENGIA, R; OLIVEIRA, M R M. Limitações da utilização do equivalente metabólico (MET) para estimativa do gasto energético em atividades físicas. R. Bras. Ci. e Mov. 2014; 22(3): 148-153.

 

Time formado por redatores com pós graduação e/ou doutorado nas áreas de saúde, dieta, suplementação e/ou treino, além de convidados especialistas em suas áreas.

Quantas calorias um treino funcional emagrece?

Emagrecer é uma meta importantíssima na atualidade. Nesse artigo você terá uma ideia do quanto o treino funcional emagrece, fazendo você perder calorias de modo prazeroso e dinâmico, além de aumentar sua energia, disposição e resistência física para o dia a dia.

Com número de adeptos cada vez maior, o treinamento funcional é uma prática de exercício que se tornou uma alternativa para quem quer perder peso de forma rápida e eficaz.

O que é e qual a finalidade do treino funcional?

O treino funcional é uma das alternativas de treinamento mais divulgada e praticada atualmente no Brasil e no mundo.

Segundo um estudo publicado pela Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano, um treinamento é considerado funcional quando envolve exercícios selecionados, tendo como ponto principal a sua funcionalidade.

Para maiores detalhes sobre o conceito, temos um artigo completo sobre o que é treinamento funcional.

Diversas revisões literárias apontam que, além de o treinamento funcional emagrecer, tem como finalidade desenvolver integralmente as capacidades biomotoras, aprimorando a capacidade funcional para a realização das funções cotidianas e esportivas com eficiência e independência, levando em consideração as características de cada indivíduo.

Principais benefícios do treino funcional

A prática do treinamento funcional emagrece e proporciona benefícios substanciais, tais como:

  • Melhora do rendimento físico
  • Aumento da disposição para realização das atividades do dia a dia
  • Queima de calorias e ganho de resistência

Outro ponto interessante é que ele não possui os movimentos mecânicos e eixos definidos ou isolados, como acontece na musculação. Por isso, o treino funcional emagrece e é uma ótima alternativa para você que está cansado dos exercícios tradicionais da academia.

Quanto o treino funcional emagrece?

O gasto calórico de cada indivíduo pode variar de acordo com sua idade, sexo, massa muscular, altura, fatores genéticos e até o meio ambiente que o envolve.

O cálculo do gasto calórico diário é composto por 3 fatores: Taxa Metabólica de Repouso, Efeitos Térmicos de Alimentação e Efeito Térmico da Atividade Física.

A Taxa de Metabolismo Basal é responsável pela maior parte do gasto energético diário. Entretanto, ela diminui com a idade devido a fatores como: a quantidade diminuída de massa magra e o aumento da massa gorda, conteúdos alterados de fluidos corporais, alterações na temperatura corporal, alterações do humor e estresse, alterações hormonais, área corporal, inatividade física, genética individual e envelhecimento.

VEJA TAMBÉMComo se desestressar: 18 dicas para uma vida mais saudável

É preciso 7.700 Kcal para queimar 1 kg de gordura. Aumentando o gasto total diário, o exercício pode levar a um balanço calórico negativo.

O treino funcional é dividido em dois níveis de treinos. Os treinos contínuos de baixa intensidade em indivíduos saudáveis têm como objetivo desenvolver a força e induzir a hipertrofia muscular . O aumento da massa corporal magra pode causar o aumento do gasto energético basal e favorecer a perda da gordura corporal bem como a queima de calorias.

Durante uma hora de treino funcional de alta intensidade o indivíduo saudável pode ter o gasto médio de 800 calorias. Após a realização dos treinos de alta intensidade, o seu metabolismo seguirá acelerado durante todo o dia, auxiliando a obtenção de uma taxa ainda maior de perda de calorias, pois o treino intenso otimiza o uso de gordura como fonte de energia. É um modo inteligente de preservar a proteína dos músculos e o carboidrato estocado. Ou seja, o treino funcional emagrece mais quando executado envolvendo exercícios de alta intensidade.

O treino funcional envolve vários exercícios. Segue descrito na tabela abaixo o gasto de calorias de alguns deles em relação aos indivíduos com peso corporal diferente.

Gasto calórico da atividade física em Kcal por hora de uma pessoa (45, 68 e 90 kg):

Atividade 45 kg 68 kg 90 kg
Pedalar 10 km/h 160 240 312
Caminhar 3,2 km/h 160 240 312
Trotar 11 km/h 610 920 1.230
Correr 16 km/h 850 1.280 1.660

Qual a frequência ideal do treinamento funcional?

A aula geralmente tem duração de até uma hora, e para melhores resultados deve ser realizada de 2 a 3 vezes por semana.

Qualquer pessoa, independentemente da idade ou da condição física, pode fazer, desde que seja respeitada a individualidade biológica e o nível de condicionamento físico de cada um. Além disso, as aulas devem ser aplicadas e acompanhadas por um profissional especializado.

Se quiser saber mais sobre treinamento funcional, emagrecimento ou ganho de massa magra, inscreva-se na nossa newsletter. É grátis!

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

THOMPSON, W. R. Worldwide survey of fitness trends for 2015. ACSM’s Health and Fitness Journal. 2014:18(6): 8-17.

PEREIRA, P.C. et al. Efeitos do treinamento funcional com cargas sobre a composição corporal: Um estudo experimental em mulheres fisicamente inativas. Motricidade, v. 8, n. 1, p. 42-52, 2012.

GRIGOLETTO, M. D. S. et al. Treinamento funcional: funcional para quê e para quem? Rev. Bras Cineantropom Desempenho Hum 2014, 16(6):714-719.

TEIXEIRA, C. V. L. S, EVANGELISTA, A. L. Treinamento funcional e core training: definição de conceitos com base em revisão de literatura. Lecturas Educacion Fisica y Deportes. 2014; 18:1, 2014.

PEREIRA, C. A. Treinamento de força funcional: desafiando o controle postural. Jundiaí (SP): Fontoura; 2009.

TEIXEIRA, C.V. L. S; EVANGELISTA, A. L; PEREIRA, C. A; GRIGOLETTO, M. E. da S. Short roundtable RBCM: treinamento funcional. R. bras. Ci. e Mov 2016;24(1): 200-206.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA DO EXERCICIO E DO ESPORTE. Treino funcional de 5 minutos que queima calorias por 48 horas. Disponível em: http://medicinadoesporte.org.br/treino-funcional-de-5-minutos-que-queima-calorias-por-48-h/. Acesso em: 20 de janeiro de 2017.

CIOLAC, E. G, GUIMARAES, G.V. Exercício físico e síndrome metabólica. Revista Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte. Vol. 10, Nº 4 – Jul/Ago, 2004.

CRISP, A H; VERLENGIA, R; OLIVEIRA, M R M. Limitações da utilização do equivalente metabólico (MET) para estimativa do gasto energético em atividades físicas. R. Bras. Ci. e Mov. 2014; 22(3): 148-153.

 

Assine a Revista Labdoor

Scroll to top