Vitamina A: tudo o que você precisa saber sobre ela

Muitas vezes negligenciada na dieta, a Vitamina A possui muitos benefícios para o corpo humano. Fizemos uma pesquisa sobre a importância dessa vitamina e destacamos as suas maiores características.

A vitamina A pertence ao grupo das vitaminas lipossolúveis, ou seja, são vitaminas que precisam de gordura, bile e suco pancreático para serem absorvidas pelo corpo. As três formas ativas dessa vitamina no nosso organismo são: retinol, retinal e ácido retinóico.

No corpo está envolvida na função imunológica, na visão, na reprodução e na comunicação celular. Conhecida como um poderoso antioxidante, age na redução da inflamação através do combate contra os danos dos radicais livres. Desempenha também um papel fundamental na manutenção da visão saudável, função neurológica, formação dos ossos e músculos e pele saudável.

Estudos têm mostrado repetidamente que antioxidantes como a vitamina A são vitais para a boa saúde e longevidade. Especialistas em nutrição e médicos recomendam a obtenção de antioxidantes como a vitamina A principalmente na ingestão de uma dieta bem equilibrada rica em frutas, vegetais e alimentos integrais.

Como a vitamina A é encontrada?

A vitamina A é está disponível naturalmente em duas formas primárias: vitamina A ativa e betacaroteno.

A vitamina A ativa provém de alimentos derivados de animais e é chamado de retinol. Esta vitamina “pré-formada” pode ser usada diretamente pelo corpo, ou seja, não precisa se converter em vitamina.

O outro tipo de vitamina A, que é obtido a partir de frutas e vegetais coloridos, é na forma de “pró Vitamina A” carotenoides, que são convertidos em retinol pelo organismo após a ingestão do alimento. O betacaroteno, um tipo de carotenoide que é encontrado principalmente em plantas, precisa primeiro ser convertido em vitamina A ativa, a fim de ser utilizado pelo organismo.

Dose diária recomendada

A dose diária recomendada (DDR) para para a vitamina A é a seguinte:

Crianças:

  • 1-3 anos de idade: 300 mcg / dia
  • 4-8 anos de idade: 400 mcg / dia
  • 9-13 anos: 600 mcg / dia

Mulheres:

  • 14 anos ou mais: 700 mcg / dia
  • Ao amamentar: 1,200-1,300 mcg / dia

Homens

  • 14 anos ou mais: 900 mcg / dia

Benefícios da vitamina A para nosso organismo

Protege a saúde ocular

A vitamina A é fundamental para a saúde ocular. Protege a córnea e atua na ativação ocular quando a luz incide na retina e envia um sinal para o cérebro, resultando na visão. O betacaroteno desempenha um papel na prevenção da degeneração macular, a principal causa de cegueira relacionada à idade.

Fornece imunidade

Várias funções do sistema imunológico são dependentes de quantidades adequadas de vitamina A, razão pela qual é conhecido como um imunológico importante. Os genes envolvidos nas respostas imunes são regulados pela vitamina A, o que significa que é essencial para combater doenças graves como câncer e doenças autoimunes, mas também doenças como a gripe ou resfriados comuns.

Protege contra a inflamação

As propriedades antioxidantes neutralizam os radicais livres no corpo que causam danos nos tecidos e células. A vitamina A pode impedir que as células se tornem hiperativas, evitando processos inflamatórios e alérgicos.

Níveis reduzidos de inflamação também estão correlacionados com um menor risco de doenças neurodegenerativas como a doença de Alzheimer e a doença de Parkinson.

Pele e cabelos

A vitamina A é necessária para cicatrização de feridas e regeneração da pele. Necessária para formar glicoproteínas, uma combinação de açúcar e proteína, que ajudam na formação de tecidos da pele e cabelos.

Saúde masculina

Tem contribuição para o estabelecimento de bons níveis do hormônio testosterona. Além disso, a fertilidade masculina tem relação com quantidades adequadas da vitamina, pois regula a produção de esperma.

Ganho de massa muscular

Atua no metabolismo ósseo. Atua na promoção da densidade óssea, sendo que seu consumo diário favorece para o ganho de massa muscular favorecendo a resistência e diminuindo o risco de lesões e fraturas por esforço.

Fazer as escolhas alimentares certas e suplementar a carência de vitamina A quando necessário pode trazer muitos benefícios para a saúde. E você? Já conhecia todos estes benefícios desta vitamina para a saúde? Acredita que está suplementando de forma adequada? Então não deixe de compartilhar este artigo com seus amigos.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

AUTIER, Philippe et al. Vitamin D status and ill health: a systematic review. The lancet Diabetes & endocrinology, v. 2, n. 1, p. 76-89, 2014. (Artigo)

DE SOUSA BRITO, Virginia Rossana et al. PERCEPÇÃO DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE SOBRE O PROGRAMA DE COMBATE À DEFICIÊNCIA DE VITAMINA A. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, v. 29, n. 1, 2016. (Artigo)

EROGLU, Abdulkerim; HARRISON, Earl H. Carotenoid metabolism in mammals, including man: Formation, occurrence, and function of apocarotenoids thematic review series: Fat-soluble vitamins: Vitamin A. Journal of lipid research, v. 54, n. 7, p. 1719-1730, 2013. (Artigo)
Time formado por redatores com pós graduação e/ou doutorado nas áreas de saúde, dieta, suplementação e/ou treino, além de convidados especialistas em suas áreas.

Vitamina A: tudo o que você precisa saber sobre ela

Muitas vezes negligenciada na dieta, a Vitamina A possui muitos benefícios para o corpo humano. Fizemos uma pesquisa sobre a importância dessa vitamina e destacamos as suas maiores características.

A vitamina A pertence ao grupo das vitaminas lipossolúveis, ou seja, são vitaminas que precisam de gordura, bile e suco pancreático para serem absorvidas pelo corpo. As três formas ativas dessa vitamina no nosso organismo são: retinol, retinal e ácido retinóico.

No corpo está envolvida na função imunológica, na visão, na reprodução e na comunicação celular. Conhecida como um poderoso antioxidante, age na redução da inflamação através do combate contra os danos dos radicais livres. Desempenha também um papel fundamental na manutenção da visão saudável, função neurológica, formação dos ossos e músculos e pele saudável.

Estudos têm mostrado repetidamente que antioxidantes como a vitamina A são vitais para a boa saúde e longevidade. Especialistas em nutrição e médicos recomendam a obtenção de antioxidantes como a vitamina A principalmente na ingestão de uma dieta bem equilibrada rica em frutas, vegetais e alimentos integrais.

Como a vitamina A é encontrada?

A vitamina A é está disponível naturalmente em duas formas primárias: vitamina A ativa e betacaroteno.

A vitamina A ativa provém de alimentos derivados de animais e é chamado de retinol. Esta vitamina “pré-formada” pode ser usada diretamente pelo corpo, ou seja, não precisa se converter em vitamina.

O outro tipo de vitamina A, que é obtido a partir de frutas e vegetais coloridos, é na forma de “pró Vitamina A” carotenoides, que são convertidos em retinol pelo organismo após a ingestão do alimento. O betacaroteno, um tipo de carotenoide que é encontrado principalmente em plantas, precisa primeiro ser convertido em vitamina A ativa, a fim de ser utilizado pelo organismo.

Dose diária recomendada

A dose diária recomendada (DDR) para para a vitamina A é a seguinte:

Crianças:

  • 1-3 anos de idade: 300 mcg / dia
  • 4-8 anos de idade: 400 mcg / dia
  • 9-13 anos: 600 mcg / dia

Mulheres:

  • 14 anos ou mais: 700 mcg / dia
  • Ao amamentar: 1,200-1,300 mcg / dia

Homens

  • 14 anos ou mais: 900 mcg / dia

Benefícios da vitamina A para nosso organismo

Protege a saúde ocular

A vitamina A é fundamental para a saúde ocular. Protege a córnea e atua na ativação ocular quando a luz incide na retina e envia um sinal para o cérebro, resultando na visão. O betacaroteno desempenha um papel na prevenção da degeneração macular, a principal causa de cegueira relacionada à idade.

Fornece imunidade

Várias funções do sistema imunológico são dependentes de quantidades adequadas de vitamina A, razão pela qual é conhecido como um imunológico importante. Os genes envolvidos nas respostas imunes são regulados pela vitamina A, o que significa que é essencial para combater doenças graves como câncer e doenças autoimunes, mas também doenças como a gripe ou resfriados comuns.

Protege contra a inflamação

As propriedades antioxidantes neutralizam os radicais livres no corpo que causam danos nos tecidos e células. A vitamina A pode impedir que as células se tornem hiperativas, evitando processos inflamatórios e alérgicos.

Níveis reduzidos de inflamação também estão correlacionados com um menor risco de doenças neurodegenerativas como a doença de Alzheimer e a doença de Parkinson.

Pele e cabelos

A vitamina A é necessária para cicatrização de feridas e regeneração da pele. Necessária para formar glicoproteínas, uma combinação de açúcar e proteína, que ajudam na formação de tecidos da pele e cabelos.

Saúde masculina

Tem contribuição para o estabelecimento de bons níveis do hormônio testosterona. Além disso, a fertilidade masculina tem relação com quantidades adequadas da vitamina, pois regula a produção de esperma.

Ganho de massa muscular

Atua no metabolismo ósseo. Atua na promoção da densidade óssea, sendo que seu consumo diário favorece para o ganho de massa muscular favorecendo a resistência e diminuindo o risco de lesões e fraturas por esforço.

Fazer as escolhas alimentares certas e suplementar a carência de vitamina A quando necessário pode trazer muitos benefícios para a saúde. E você? Já conhecia todos estes benefícios desta vitamina para a saúde? Acredita que está suplementando de forma adequada? Então não deixe de compartilhar este artigo com seus amigos.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

AUTIER, Philippe et al. Vitamin D status and ill health: a systematic review. The lancet Diabetes & endocrinology, v. 2, n. 1, p. 76-89, 2014. (Artigo)

DE SOUSA BRITO, Virginia Rossana et al. PERCEPÇÃO DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE SOBRE O PROGRAMA DE COMBATE À DEFICIÊNCIA DE VITAMINA A. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, v. 29, n. 1, 2016. (Artigo)

EROGLU, Abdulkerim; HARRISON, Earl H. Carotenoid metabolism in mammals, including man: Formation, occurrence, and function of apocarotenoids thematic review series: Fat-soluble vitamins: Vitamin A. Journal of lipid research, v. 54, n. 7, p. 1719-1730, 2013. (Artigo)

Assine a Revista Labdoor

Scroll to top