Glutamina engorda ou emagrece? Saiba o que pesquisadores descobriram a respeito

“Será que a glutamina engorda?” Essa é a pergunta feita por muitos atletas e praticantes de musculação que têm o hábito de incluir suplementos na sua alimentação, mas não desejam ganhar peso. Confira a seguir os experimentos feitos por pesquisadores e o que recomendam sobre o uso de suplementação.

Então, a glutamina engorda ou não?

Até o momento, não existe uma evidência científica que comprove que a glutamina engorda.

O que é possível afirmar é que pode ser consumida com segurança e não apresenta nenhum efeito tóxico.

No entanto, nós recomendamos que a glutamina adquirida seja de boa procedência.

VEJA TAMBÉM: EM BUSCA DA MELHOR GLUTAMINA: AS ANÁLISES LABORATORIAIS

Se não é comprovado que engorda, será que ela emagrece?

Os estudos a respeito desse tema são muito escassos. Pesquisadores chegaram à conclusão de que a glutamina evita o ganho de peso.

Esse fato foi constatado através da realização de apenas 4 experimentos: 2 realizados com animais de laboratório e 2 feitos com humanos.

Um dos estudos com humanos [1] foi realizado com 6 mulheres. Embora estivessem acima do peso ideal, essas mulheres não eram diabéticas, nem seguiam algum regime especial.

Os pesquisadores determinaram o peso corporal das voluntárias antes e depois de pedir a elas que consumissem glutamina durante 4 semanas consecutivas. A glutamina deveria ser dissolvida em água e tomada todos os dias na mesma quantidade.

Os parentes próximos das voluntárias eram consultados regularmente pelos pesquisadores, a fim de se certificarem de que as mulheres estavam mesmo consumindo a glutamina. O peso corporal médio dessas mulheres diminuiu significativamente depois das 4 semanas.

O resultado desse experimento é válido para todas as mulheres?

A dúvida que fica é: se esse experimento foi conduzido com apenas 6 mulheres, será que o resultado pode ser considerado válido para outras mulheres? Em um grupo de 6 voluntárias, uma queda mais acentuada no peso de 2 mulheres já “puxa” a média para baixo.

Pois, por exemplo, se houver uma queda mais acentuada no peso de 2 mulheres, em um grupo de apenas 6, a média será levada para baixo.

Portanto, é preciso avaliar esse resultado com bastante cuidado antes de afirmar com certeza se a glutamina engorda ou não.

O uso de suplementos de glutamina é recomendado?

A glutamina é um dos aminoácidos mais encontrados no organismo. Ela é produzida principalmente pela musculatura esquelética. A maioria das pessoas têm níveis moderadamente bons de glutamina no sangue.

Porém, há certas doenças ou condições fisiológicas que provocam uma deficiência de glutamina. Então, para essas pessoas, o consumo diário de glutamina é altamente recomendado.

Se você treina e nunca recebeu o diagnóstico de carência de glutamina, vale a pena tomar glutamina. Isso porque o seu consumo diário pode ajudar de forma indireta na perda de peso e na hipertrofia.

Além disso, ela contribui para a manutenção da saúde de atletas portadores de diabetes.

Tomar glutamina por muito tempo pode fazer mal?

Apesar de ter sido esclarecida a dúvida sobre se a glutamina engorda, você pode estar agora se perguntando se tomar glutamina por muito tempo faz mal.

Um pesquisador apresentou alguns efeitos negativos que o consumo por um tempo prolongado de glutamina pode ter sobre pessoas saudáveis [2]. O autor do artigo alega que a suplementação de glutamina não exigida pelo organismo poderia alterar diferentes reações bioquímicas. Isso mudaria o modo convencional de funcionamento do seu organismo.

Um exemplo é que a suplementação com glutamina pode inibir a síntese de glutamina nos músculos esqueléticos. Além disso, haveria mais subprodutos da quebra da glutamina circulando no plasma, resultando em bem mais atividade para as enzimas que os degradam.

Enfim, além de não haver ainda uma comprovação de que a glutamina engorda, ela pode ajudar você a emagrecer e ganhar massa muscular.

Mas é sempre aconselhável consultar um profissional especializado em nutrição. Lembramos que, quanto mais bem orientado você for em sua suplementação nutricional, melhor será para a sua saúde e seu bem-estar.

Gostou do artigo e deseja saber mais a respeito de estudos feitos com suplementos? Então assine a nossa newsletter de graça e não perca nenhuma informação.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

[1] LAVIANO, A. et al. Glutamine supplementation favors weight loss in nondieting obese female patients. A pilot study. European journal of clinical nutrition, v. 68, n. 11, p. 1264-1266, 2014. (Artigo)

[2] HOLECEK, Milan. Side effects of long-term glutamine supplementation. Journal of Parenteral and Enteral Nutrition, p. 0148607112460682, 2012. (Artigo)

 

Time formado por redatores com pós graduação e/ou doutorado nas áreas de saúde, dieta, suplementação e/ou treino, além de convidados especialistas em suas áreas.

One comment on Glutamina engorda ou emagrece? Saiba o que pesquisadores descobriram a respeito

Comments are closed.

Glutamina engorda ou emagrece? Saiba o que pesquisadores descobriram a respeito

“Será que a glutamina engorda?” Essa é a pergunta feita por muitos atletas e praticantes de musculação que têm o hábito de incluir suplementos na sua alimentação, mas não desejam ganhar peso. Confira a seguir os experimentos feitos por pesquisadores e o que recomendam sobre o uso de suplementação.

Então, a glutamina engorda ou não?

Até o momento, não existe uma evidência científica que comprove que a glutamina engorda.

O que é possível afirmar é que pode ser consumida com segurança e não apresenta nenhum efeito tóxico.

No entanto, nós recomendamos que a glutamina adquirida seja de boa procedência.

VEJA TAMBÉM: EM BUSCA DA MELHOR GLUTAMINA: AS ANÁLISES LABORATORIAIS

Se não é comprovado que engorda, será que ela emagrece?

Os estudos a respeito desse tema são muito escassos. Pesquisadores chegaram à conclusão de que a glutamina evita o ganho de peso.

Esse fato foi constatado através da realização de apenas 4 experimentos: 2 realizados com animais de laboratório e 2 feitos com humanos.

Um dos estudos com humanos [1] foi realizado com 6 mulheres. Embora estivessem acima do peso ideal, essas mulheres não eram diabéticas, nem seguiam algum regime especial.

Os pesquisadores determinaram o peso corporal das voluntárias antes e depois de pedir a elas que consumissem glutamina durante 4 semanas consecutivas. A glutamina deveria ser dissolvida em água e tomada todos os dias na mesma quantidade.

Os parentes próximos das voluntárias eram consultados regularmente pelos pesquisadores, a fim de se certificarem de que as mulheres estavam mesmo consumindo a glutamina. O peso corporal médio dessas mulheres diminuiu significativamente depois das 4 semanas.

O resultado desse experimento é válido para todas as mulheres?

A dúvida que fica é: se esse experimento foi conduzido com apenas 6 mulheres, será que o resultado pode ser considerado válido para outras mulheres? Em um grupo de 6 voluntárias, uma queda mais acentuada no peso de 2 mulheres já “puxa” a média para baixo.

Pois, por exemplo, se houver uma queda mais acentuada no peso de 2 mulheres, em um grupo de apenas 6, a média será levada para baixo.

Portanto, é preciso avaliar esse resultado com bastante cuidado antes de afirmar com certeza se a glutamina engorda ou não.

O uso de suplementos de glutamina é recomendado?

A glutamina é um dos aminoácidos mais encontrados no organismo. Ela é produzida principalmente pela musculatura esquelética. A maioria das pessoas têm níveis moderadamente bons de glutamina no sangue.

Porém, há certas doenças ou condições fisiológicas que provocam uma deficiência de glutamina. Então, para essas pessoas, o consumo diário de glutamina é altamente recomendado.

Se você treina e nunca recebeu o diagnóstico de carência de glutamina, vale a pena tomar glutamina. Isso porque o seu consumo diário pode ajudar de forma indireta na perda de peso e na hipertrofia.

Além disso, ela contribui para a manutenção da saúde de atletas portadores de diabetes.

Tomar glutamina por muito tempo pode fazer mal?

Apesar de ter sido esclarecida a dúvida sobre se a glutamina engorda, você pode estar agora se perguntando se tomar glutamina por muito tempo faz mal.

Um pesquisador apresentou alguns efeitos negativos que o consumo por um tempo prolongado de glutamina pode ter sobre pessoas saudáveis [2]. O autor do artigo alega que a suplementação de glutamina não exigida pelo organismo poderia alterar diferentes reações bioquímicas. Isso mudaria o modo convencional de funcionamento do seu organismo.

Um exemplo é que a suplementação com glutamina pode inibir a síntese de glutamina nos músculos esqueléticos. Além disso, haveria mais subprodutos da quebra da glutamina circulando no plasma, resultando em bem mais atividade para as enzimas que os degradam.

Enfim, além de não haver ainda uma comprovação de que a glutamina engorda, ela pode ajudar você a emagrecer e ganhar massa muscular.

Mas é sempre aconselhável consultar um profissional especializado em nutrição. Lembramos que, quanto mais bem orientado você for em sua suplementação nutricional, melhor será para a sua saúde e seu bem-estar.

Gostou do artigo e deseja saber mais a respeito de estudos feitos com suplementos? Então assine a nossa newsletter de graça e não perca nenhuma informação.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

[1] LAVIANO, A. et al. Glutamine supplementation favors weight loss in nondieting obese female patients. A pilot study. European journal of clinical nutrition, v. 68, n. 11, p. 1264-1266, 2014. (Artigo)

[2] HOLECEK, Milan. Side effects of long-term glutamine supplementation. Journal of Parenteral and Enteral Nutrition, p. 0148607112460682, 2012. (Artigo)

 

Assine a Revista Labdoor

Scroll to top