Você sabe como tomar albumina corretamente?

A albumina é um suplemento proteico utilizado para o ganho de massa magra, assim como o whey protein e a caseína. Descubra neste artigo como tomar albumina corretamente.

O que é albumina?

A albumina é uma proteína abundante no corpo humano, sua principal função é manter a pressão coloidosmótica, ou seja, não deixar a água presente nos vasos sanguíneos extravasar e causar edema. Além disso ela transporta: hormônios, enzimas, substâncias químicas de medicamentos, minerais, íons, aminoácidos e metabólitos.

Os suplementos de albumina são fabricados à partir da clara do ovo e utilizados para o auxílio de ganho da massa muscular, por ser uma proteína de alto valor biológico.

Qual a diferença entre a Albumina e o Whey protein?

O whey protein (proteína do soro do leite) é um suplemento alimentar de proteínas de alto valor biológico, assim como a albumina.

A principal diferença entre os dois é o tempo de absorção. O whey protein tem uma melhor digestibilidade e mais rápida absorção que a albumina, o que torna o whey um dos suplementos mais consumidos no pós-treino.

Proteína do leite ou do ovo?

Leia também: Melhores suplementos para hipertrofia muscular

Como tomar Albumina

A suplementação da albumina depende de alguns fatores.

  • Quantidade: as necessidades proteicas para indivíduos sedentários e para praticantes de atividades físicas são diferentes.
    – Para indivíduos sedentários: a necessidade diária de proteína é de 0,8g por quilo do peso corporal;
    – Para indivíduos ativos: a necessidade diária de proteína varia entre 1,2 e 2,2g/kg do peso corporal.
    Esta quantidade leva em consideração o total de proteínas que você ingere por dia, ou seja, a soma das proteínas da comida e dos suplementos. Ultrapassar esta quantidade diária não vai fazê-lo ganhar mais massa.

LEIA TAMBÉM: Alimentação para hipertrofia muscular  

  • Horários: O nosso corpo não consegue armazenar grandes quantidades de aminoácidos por um longo período, então o ideal é distribuir o consumo de proteínas ao longo do dia, a cada 3 a 4 horas, para que possamos produzir as proteínas durante o maior período possível. Por ser uma proteína de lenta absorção, a albumina pode ser uma opção interessante para se tomar antes de dormir e deixar os músculos abastecidos durante toda noite.

Lembre-se de consultar um especialista antes de começar a tomor qualquer suplemento.

SAIBA MAIS: Albumina oferece força, poder e saúde circulatória

Referências

MOORE, D.R.; ROBINSON, M. J.; FRY, J.L – Ingested protein dose response of muscle and albumin protein synthesis after resistance exercise in young men. Am J Clin Nutr; 89 (1): 161-68, 2009. (http://ajcn.nutrition.org/content/89/1/161.long).

ROGERO, M.M. Proteínas e Aminoácidos. In: PASCHOAL, V. Tratado de nutrição esportiva funcional. São Paulo: Roca, 2014. Cap. 11, p. 201-222.

TERADA, L. C.; GODOI, M. R.; SILVA, T. C. V.; MONTEIRO, T. L. Efeitos metabólicos da suplementação do whey protein em praticantes de exercícios com peso. Ver Bras Nut Esp; 3 (16): 295-304, 2009. (file:///C:/Users/silvi/Downloads/127-554-1-PB.pdf) – Não consegui achar sem ser o pdf
Writing Labdoor
Time formado por redatores com pós graduação e/ou doutorado nas áreas de saúde, dieta, suplementação e/ou treino, além de convidados especialistas em suas áreas.

Você sabe como tomar albumina corretamente?

A albumina é um suplemento proteico utilizado para o ganho de massa magra, assim como o whey protein e a caseína. Descubra neste artigo como tomar albumina corretamente.

O que é albumina?

A albumina é uma proteína abundante no corpo humano, sua principal função é manter a pressão coloidosmótica, ou seja, não deixar a água presente nos vasos sanguíneos extravasar e causar edema. Além disso ela transporta: hormônios, enzimas, substâncias químicas de medicamentos, minerais, íons, aminoácidos e metabólitos.

Os suplementos de albumina são fabricados à partir da clara do ovo e utilizados para o auxílio de ganho da massa muscular, por ser uma proteína de alto valor biológico.

Qual a diferença entre a Albumina e o Whey protein?

O whey protein (proteína do soro do leite) é um suplemento alimentar de proteínas de alto valor biológico, assim como a albumina.

A principal diferença entre os dois é o tempo de absorção. O whey protein tem uma melhor digestibilidade e mais rápida absorção que a albumina, o que torna o whey um dos suplementos mais consumidos no pós-treino.

Proteína do leite ou do ovo?

Leia também: Melhores suplementos para hipertrofia muscular

Como tomar Albumina

A suplementação da albumina depende de alguns fatores.

  • Quantidade: as necessidades proteicas para indivíduos sedentários e para praticantes de atividades físicas são diferentes.
    – Para indivíduos sedentários: a necessidade diária de proteína é de 0,8g por quilo do peso corporal;
    – Para indivíduos ativos: a necessidade diária de proteína varia entre 1,2 e 2,2g/kg do peso corporal.
    Esta quantidade leva em consideração o total de proteínas que você ingere por dia, ou seja, a soma das proteínas da comida e dos suplementos. Ultrapassar esta quantidade diária não vai fazê-lo ganhar mais massa.

LEIA TAMBÉM: Alimentação para hipertrofia muscular  

  • Horários: O nosso corpo não consegue armazenar grandes quantidades de aminoácidos por um longo período, então o ideal é distribuir o consumo de proteínas ao longo do dia, a cada 3 a 4 horas, para que possamos produzir as proteínas durante o maior período possível. Por ser uma proteína de lenta absorção, a albumina pode ser uma opção interessante para se tomar antes de dormir e deixar os músculos abastecidos durante toda noite.

Lembre-se de consultar um especialista antes de começar a tomor qualquer suplemento.

SAIBA MAIS: Albumina oferece força, poder e saúde circulatória

Referências

MOORE, D.R.; ROBINSON, M. J.; FRY, J.L – Ingested protein dose response of muscle and albumin protein synthesis after resistance exercise in young men. Am J Clin Nutr; 89 (1): 161-68, 2009. (http://ajcn.nutrition.org/content/89/1/161.long).

ROGERO, M.M. Proteínas e Aminoácidos. In: PASCHOAL, V. Tratado de nutrição esportiva funcional. São Paulo: Roca, 2014. Cap. 11, p. 201-222.

TERADA, L. C.; GODOI, M. R.; SILVA, T. C. V.; MONTEIRO, T. L. Efeitos metabólicos da suplementação do whey protein em praticantes de exercícios com peso. Ver Bras Nut Esp; 3 (16): 295-304, 2009. (file:///C:/Users/silvi/Downloads/127-554-1-PB.pdf) – Não consegui achar sem ser o pdf

Assine a Revista Labdoor

Scroll to top