Injeção para emagrecer: como funciona e quais são seus riscos

Atualmente, a injeção para emagrecer, ou injeção antigordura, é cada vez mais usada por pessoas que desejam fazer de tudo para perder peso. Porém, muitos não sabem como funcionam essas injeções e quais são os riscos que oferecem à saúde. Por esse motivo, reunimos neste artigo algumas informações com o intuito de explicar como são feitas essas injeções e por que não aconselhamos o seu uso.

A injeção para emagrecer é produzida a partir de enzimas, que aceleram o metabolismo e fazem a dissociação da gordura estocada dentro das células. Esse processo facilita a eliminação da gordura pelo organismo, resultando na redução das medidas.

Porém, o uso da injeção para emagrecer apresenta muitos riscos, uma vez que não são totalmente seguras e podem apresentar vários efeitos colaterais.

Além disso, seus efeitos não são permanentes e as aplicações das substâncias não deixam a barriga definida, pois apenas exercícios localizados podem oferecer esse tipo de resultado.

LEIA TAMBÉM: Dieta do jejum intermitente: Fechar a boca emagrece

Quais os efeitos colaterais causados pelo uso da injeção para emagrecer?

Não é recomendado usar injeções para perder peso, principalmente se você estiver fazendo isso sozinho. Isso porque, dependendo da injeção escolhida, estará colocando a sua saúde em perigo e poderá sofrer vários efeitos colaterais, tais como:

  • Dores de cabeça
  • Tonturas
  • Náusea
  • Vômitos
  • Insônia
  • Mudança de humor
  • Tremores
  • Sudorese

Foram listados apenas os efeitos colaterais, já que as enzimas também produzem outros efeitos dentro do seu corpo.

LEIA TAMBÉM – A ciência comprova: Suco detox para emagrecer não passa de um mito

Os tipos de enzimas presentes na injeção para emagrecer

Para que seja melhor compreendido, explicaremos de forma didática como funciona o processo.

Existem dois tipos de enzimas presentes em uma injeção para emagrecer: as de efeito lipolítico e as de efeito antioxidantes (ou eutróficos).

A primeira consiste na liberação de gordura pelo tecido. Já a segunda estimula a produção de colágeno e outras substâncias da pele.

Ao serem aplicadas, as enzimas produzem vários efeitos no organismo, como já citado anteriormente.

Como essas injeções agem no organismo?

  • HMB

Essa é a injeção hidroxi-metilbutirato, ou HMB, que tem como principal função acelerar do metabolismo das células de gordura. Isso faz com que você perca apenas as gorduras, mas não a massa magra.

  • L- carnitina

A L-carnitina é uma substância sintetizada pelos rins e pelo fígado. Ela auxilia também na aceleração do metabolismo. Isso faz com que a perda de tecido adiposo ocorra de maneira mais rápida, pois a gordura queimada pelo organismo é então aproveitada como energia. A L-carnitina, portanto, acelera a queima da gordura, atuando como um termogênico.

  • Picolinato de cromo

Atua diretamente no metabolismo da glicose, o que faz com que a necessidade de comer doces seja reduzida. Esse composto potencializa a absorção do cromo pelo organismo.

  • Victoza

É feita à base de liraglutida, que originalmente é utilizada para o tratamento de diabetes.

  • Leptina

É um hormônio produzido pelo corpo de forma natural, que atua como anorexígeno.

A injeção para emagrecer mais famosa, além das citadas acima, é a HCG (Gonadotropina Coriônica), usada na dieta HCG. Muitos sites norte-americanos conhecidos a citam como a injeção mais utilizada por quem deseja perder peso, porém, assim como todas as outras, seus efeitos colaterais são absurdos.

Leia também: Kombucha emagrece? Conheça os benefícios e riscos da bebida 

Conclusão

A maneira mais natural de eliminar a gordura é praticando esportes ou atividades físicas, o que faz com que a liberação da gordura aconteça de forma mais regular.

Isso ocorre porque a gordura que resulta do processo da quebra das moléculas adiposas fica no corpo até ser eliminada de forma natural: através da urina, fezes e suor.

Quer saber mais sobre outras formas de emagrecer, seguras e cientificamente comprovadas? Assine então a nossa Newsletter gratuita! Se gostou deste artigo, compartilhe esse post com os seus amigos. Até a próxima!

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

WOMAN'S HEALTH. The dangers of HCG injections. Disponível em: <http://www.womenshealthmag.com/weight-loss/hcg-injections>
 Acesso em: 5 de dez 2016

LIVE STRONG. Bad side effects of HCG injections for weight loss. Disponível em: <http://www.livestrong.com/article/470483-bad-side-effects-of-hcg-injections-for-weight-loss/> Acesso em: 5 de dez 2016

MEDICINE NET. Weight Cycling...Facts About "Yo-Yo" Dieting. Disponível em: <http://www.medicinenet.com/script/main/art.asp?articlekey=21745>
 Acesso em: 5 de dez 2016

Time formado por redatores com pós graduação e/ou doutorado nas áreas de saúde, dieta, suplementação e/ou treino, além de convidados especialistas em suas áreas.

2 comments on Injeção para emagrecer: como funciona e quais são seus riscos

Comments are closed.

Injeção para emagrecer: como funciona e quais são seus riscos

Atualmente, a injeção para emagrecer, ou injeção antigordura, é cada vez mais usada por pessoas que desejam fazer de tudo para perder peso. Porém, muitos não sabem como funcionam essas injeções e quais são os riscos que oferecem à saúde. Por esse motivo, reunimos neste artigo algumas informações com o intuito de explicar como são feitas essas injeções e por que não aconselhamos o seu uso.

A injeção para emagrecer é produzida a partir de enzimas, que aceleram o metabolismo e fazem a dissociação da gordura estocada dentro das células. Esse processo facilita a eliminação da gordura pelo organismo, resultando na redução das medidas.

Porém, o uso da injeção para emagrecer apresenta muitos riscos, uma vez que não são totalmente seguras e podem apresentar vários efeitos colaterais.

Além disso, seus efeitos não são permanentes e as aplicações das substâncias não deixam a barriga definida, pois apenas exercícios localizados podem oferecer esse tipo de resultado.

LEIA TAMBÉM: Dieta do jejum intermitente: Fechar a boca emagrece

Quais os efeitos colaterais causados pelo uso da injeção para emagrecer?

Não é recomendado usar injeções para perder peso, principalmente se você estiver fazendo isso sozinho. Isso porque, dependendo da injeção escolhida, estará colocando a sua saúde em perigo e poderá sofrer vários efeitos colaterais, tais como:

  • Dores de cabeça
  • Tonturas
  • Náusea
  • Vômitos
  • Insônia
  • Mudança de humor
  • Tremores
  • Sudorese

Foram listados apenas os efeitos colaterais, já que as enzimas também produzem outros efeitos dentro do seu corpo.

LEIA TAMBÉM – A ciência comprova: Suco detox para emagrecer não passa de um mito

Os tipos de enzimas presentes na injeção para emagrecer

Para que seja melhor compreendido, explicaremos de forma didática como funciona o processo.

Existem dois tipos de enzimas presentes em uma injeção para emagrecer: as de efeito lipolítico e as de efeito antioxidantes (ou eutróficos).

A primeira consiste na liberação de gordura pelo tecido. Já a segunda estimula a produção de colágeno e outras substâncias da pele.

Ao serem aplicadas, as enzimas produzem vários efeitos no organismo, como já citado anteriormente.

Como essas injeções agem no organismo?

  • HMB

Essa é a injeção hidroxi-metilbutirato, ou HMB, que tem como principal função acelerar do metabolismo das células de gordura. Isso faz com que você perca apenas as gorduras, mas não a massa magra.

  • L- carnitina

A L-carnitina é uma substância sintetizada pelos rins e pelo fígado. Ela auxilia também na aceleração do metabolismo. Isso faz com que a perda de tecido adiposo ocorra de maneira mais rápida, pois a gordura queimada pelo organismo é então aproveitada como energia. A L-carnitina, portanto, acelera a queima da gordura, atuando como um termogênico.

  • Picolinato de cromo

Atua diretamente no metabolismo da glicose, o que faz com que a necessidade de comer doces seja reduzida. Esse composto potencializa a absorção do cromo pelo organismo.

  • Victoza

É feita à base de liraglutida, que originalmente é utilizada para o tratamento de diabetes.

  • Leptina

É um hormônio produzido pelo corpo de forma natural, que atua como anorexígeno.

A injeção para emagrecer mais famosa, além das citadas acima, é a HCG (Gonadotropina Coriônica), usada na dieta HCG. Muitos sites norte-americanos conhecidos a citam como a injeção mais utilizada por quem deseja perder peso, porém, assim como todas as outras, seus efeitos colaterais são absurdos.

Leia também: Kombucha emagrece? Conheça os benefícios e riscos da bebida 

Conclusão

A maneira mais natural de eliminar a gordura é praticando esportes ou atividades físicas, o que faz com que a liberação da gordura aconteça de forma mais regular.

Isso ocorre porque a gordura que resulta do processo da quebra das moléculas adiposas fica no corpo até ser eliminada de forma natural: através da urina, fezes e suor.

Quer saber mais sobre outras formas de emagrecer, seguras e cientificamente comprovadas? Assine então a nossa Newsletter gratuita! Se gostou deste artigo, compartilhe esse post com os seus amigos. Até a próxima!

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

WOMAN'S HEALTH. The dangers of HCG injections. Disponível em: <http://www.womenshealthmag.com/weight-loss/hcg-injections>
 Acesso em: 5 de dez 2016

LIVE STRONG. Bad side effects of HCG injections for weight loss. Disponível em: <http://www.livestrong.com/article/470483-bad-side-effects-of-hcg-injections-for-weight-loss/> Acesso em: 5 de dez 2016

MEDICINE NET. Weight Cycling...Facts About "Yo-Yo" Dieting. Disponível em: <http://www.medicinenet.com/script/main/art.asp?articlekey=21745>
 Acesso em: 5 de dez 2016

Assine a Revista Labdoor

Scroll to top