Alimentos que contêm zinco e seus benefícios

Introduzir  alimentos que contêm zinco em nossas refeições é uma forma de contribuir para o bom funcionamento do nosso corpo, além de proporcionar benefícios para o treino. Conheça neste artigo os alimentos que apresentam esse mineral e as utilidades do zinco no organismo.

Principais funções do zinco

O zinco é um mineral metálico que possui diversas funções e incentiva a ação de mais de 100 enzimas em nosso organismo, promovendo o bom funcionamento de muitas reações bioquímicas vitais. Algumas de suas funções são:

  • Melhora e manutenção dos sentidos do paladar e olfato
  • Manutenção das funções do sistema imunológico
  • Utilização na síntese do DNA
  • Suporte ao crescimento e desenvolvimento durante a gravidez, infância e adolescência
  • Auxílio na produção de esperma e na ovulação e fertilização
  • Melhora a sensibilidade à insulina (ajudando na prevenção, por exemplo, da diabetes tipo 2)
  • É um poderoso antioxidante

LEIA TAMBÉM: Fome oculta. Conheça a condição silenciosa que afeta 1 em cada 4 pessoas

A importância do Zinco no treino

Além do bom funcionamento do corpo, o Zinco tem um importante papel na prática de esportes. Esse mineral aumenta a força e ajuda a desenvolver tônus muscular.

Ou seja, o zinco é um grande aliado para quem busca a hipertrofia. E para garantir seus níveis no corpo é preciso incluir alguns tipos de alimentos na dieta.

SAIBA MAIS: Como uma dieta para hipertrofia é feita

Alimentos que contêm zinco: Como encontrá-los?

Embora tenhamos ouvido por toda a vida sobre a presença de ferro em alimentos como o feijão e o fígado (nossas mães faziam questão de lembrar desse fato), poucos de nós sabemos exatamente onde encontrar alimentos que contêm zinco.

A ingestão média diária de Zinco para um adulto é de cerca de 15mg.

A verdade é que o zinco, embora esteja em volume menor que o ferro nos alimentos, pode ser encontrado com relativa facilidade. Alguns alimentos são ricos no mineral e devem fazer parte de uma dieta equilibrada, para garantir sempre níveis saudáveis no organismo:

  • Frutos do mar, em geral, possuem um bom teor de zinco. O destaque, no entanto, fica por conta das ostras (procure comê-las cozidas, não cruas). Cada 100g de ostras possuem 78,6mg de zinco – um volume considerável, levando em conta que a recomendação de ingestão média diária é de cerca de 15mg.
  • Para vegetarianos e veganos, uma boa dica entre os alimentos que contêm zinco é o gérmen de trigo – 100g dele oferecem, mais ou menos, o volume de zinco diário que uma pessoa precisa.
  • As sementes de abóbora também são ricas em zinco, assim como outras sementes similares, como a semente de girassol ou o gergelim.
  • Frutas oleaginosas também possuem alto teor de zinco – o destaque fica por conta das castanhas-de-caju, embora amêndoas, amendoins, nozes e pinhas também sirvam ao mesmo propósito.
  • O chocolate também pode ser rico em zinco – Feliz? Pois é, mas o que garante um bom abastecimento do mineral é o cacau em pó. Portanto, prefira sempre chocolates amargos e com alto teor de pureza.
  • Finalmente, se você é um carnívoro inveterado, prefira consumir carne de cordeiro ou vitela – mas, se for difícil encontrar (ou estiver os olhos da cara no mercado), bisteca de porco pode ser uma alternativa viável, se cozida e preparada sem gordura excessiva.

Outras formas de adquirir zinco

Além do consumo de alimentos que contêm zinco, ele também pode ser adquirido por meio de multivitamínicos e uma série de outros suplementos presentes no mercado.

Contudo, quando ingerido em alimentos, ele é processado e utilizado pelo corpo de maneira muito mais eficiente, oferecendo facilidade bioquímica às reações nas quais o metal é necessário para o corpo.

SAIBA MAIS: Como calcular a eficácia de suplementos de zinco

Precisamos falar mais? Para evitar a deficiência de zinco, prefira incluir isso tudo em sua dieta – e não precisará de comprimidos.

Para mais informações sobre alimentação, suplementação e treino, assine gratuitamente a nossa Newsletter.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

SANDSTEAD, Harold H. Understanding zinc: recent observations and interpretations. The Journal of laboratory and clinical medicine, v. 124, n. 3, p. 322-327, 1994. (Artigo)

SOLOMONS, Noel W. Mild human zinc deficiency produces an imbalance between cell-mediated and humoral immunity. Nutrition reviews, v. 56, n. 1, p. 27-28, 1998. (Artigo)

HAMBIDGE, K. Michael; KREBS, Nancy F. Zinc deficiency: a special challenge. The Journal of nutrition, v. 137, n. 4, p. 1101-1105, 2007. (Artigo)
Writing Labdoor
Time formado por redatores com pós graduação e/ou doutorado nas áreas de saúde, dieta, suplementação e/ou treino, além de convidados especialistas em suas áreas.

One comment on Alimentos que contêm zinco e seus benefícios

Comments are closed.

Alimentos que contêm zinco e seus benefícios

Introduzir  alimentos que contêm zinco em nossas refeições é uma forma de contribuir para o bom funcionamento do nosso corpo, além de proporcionar benefícios para o treino. Conheça neste artigo os alimentos que apresentam esse mineral e as utilidades do zinco no organismo.

Principais funções do zinco

O zinco é um mineral metálico que possui diversas funções e incentiva a ação de mais de 100 enzimas em nosso organismo, promovendo o bom funcionamento de muitas reações bioquímicas vitais. Algumas de suas funções são:

  • Melhora e manutenção dos sentidos do paladar e olfato
  • Manutenção das funções do sistema imunológico
  • Utilização na síntese do DNA
  • Suporte ao crescimento e desenvolvimento durante a gravidez, infância e adolescência
  • Auxílio na produção de esperma e na ovulação e fertilização
  • Melhora a sensibilidade à insulina (ajudando na prevenção, por exemplo, da diabetes tipo 2)
  • É um poderoso antioxidante

LEIA TAMBÉM: Fome oculta. Conheça a condição silenciosa que afeta 1 em cada 4 pessoas

A importância do Zinco no treino

Além do bom funcionamento do corpo, o Zinco tem um importante papel na prática de esportes. Esse mineral aumenta a força e ajuda a desenvolver tônus muscular.

Ou seja, o zinco é um grande aliado para quem busca a hipertrofia. E para garantir seus níveis no corpo é preciso incluir alguns tipos de alimentos na dieta.

SAIBA MAIS: Como uma dieta para hipertrofia é feita

Alimentos que contêm zinco: Como encontrá-los?

Embora tenhamos ouvido por toda a vida sobre a presença de ferro em alimentos como o feijão e o fígado (nossas mães faziam questão de lembrar desse fato), poucos de nós sabemos exatamente onde encontrar alimentos que contêm zinco.

A ingestão média diária de Zinco para um adulto é de cerca de 15mg.

A verdade é que o zinco, embora esteja em volume menor que o ferro nos alimentos, pode ser encontrado com relativa facilidade. Alguns alimentos são ricos no mineral e devem fazer parte de uma dieta equilibrada, para garantir sempre níveis saudáveis no organismo:

  • Frutos do mar, em geral, possuem um bom teor de zinco. O destaque, no entanto, fica por conta das ostras (procure comê-las cozidas, não cruas). Cada 100g de ostras possuem 78,6mg de zinco – um volume considerável, levando em conta que a recomendação de ingestão média diária é de cerca de 15mg.
  • Para vegetarianos e veganos, uma boa dica entre os alimentos que contêm zinco é o gérmen de trigo – 100g dele oferecem, mais ou menos, o volume de zinco diário que uma pessoa precisa.
  • As sementes de abóbora também são ricas em zinco, assim como outras sementes similares, como a semente de girassol ou o gergelim.
  • Frutas oleaginosas também possuem alto teor de zinco – o destaque fica por conta das castanhas-de-caju, embora amêndoas, amendoins, nozes e pinhas também sirvam ao mesmo propósito.
  • O chocolate também pode ser rico em zinco – Feliz? Pois é, mas o que garante um bom abastecimento do mineral é o cacau em pó. Portanto, prefira sempre chocolates amargos e com alto teor de pureza.
  • Finalmente, se você é um carnívoro inveterado, prefira consumir carne de cordeiro ou vitela – mas, se for difícil encontrar (ou estiver os olhos da cara no mercado), bisteca de porco pode ser uma alternativa viável, se cozida e preparada sem gordura excessiva.

Outras formas de adquirir zinco

Além do consumo de alimentos que contêm zinco, ele também pode ser adquirido por meio de multivitamínicos e uma série de outros suplementos presentes no mercado.

Contudo, quando ingerido em alimentos, ele é processado e utilizado pelo corpo de maneira muito mais eficiente, oferecendo facilidade bioquímica às reações nas quais o metal é necessário para o corpo.

SAIBA MAIS: Como calcular a eficácia de suplementos de zinco

Precisamos falar mais? Para evitar a deficiência de zinco, prefira incluir isso tudo em sua dieta – e não precisará de comprimidos.

Para mais informações sobre alimentação, suplementação e treino, assine gratuitamente a nossa Newsletter.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

SANDSTEAD, Harold H. Understanding zinc: recent observations and interpretations. The Journal of laboratory and clinical medicine, v. 124, n. 3, p. 322-327, 1994. (Artigo)

SOLOMONS, Noel W. Mild human zinc deficiency produces an imbalance between cell-mediated and humoral immunity. Nutrition reviews, v. 56, n. 1, p. 27-28, 1998. (Artigo)

HAMBIDGE, K. Michael; KREBS, Nancy F. Zinc deficiency: a special challenge. The Journal of nutrition, v. 137, n. 4, p. 1101-1105, 2007. (Artigo)

Assine a Revista Labdoor

Scroll to top